“Formar um coração conforme o coração de Cristo”. – 3° dia do Retiro
05/03/2019
Conclusão do retiro espiritual dos seminaristas – Quarta-feira de cinzas
06/03/2019

Nesta terça-feira dia 05 de março, iniciamos nosso dia com a oração das Laudes e logo após o nosso bispo diocesano, Dom Marco Aurélio, nos trouxe uma formação e orientações de como elaborar o nosso Projeto Pessoal de Vida (PPV), que é um projeto escrito, feito por cada seminarista, para ajudar a impulsionar e unificar o processo de auto formação e amadurecimento pessoal, onde com ele (PPV) podemos fazer uma forte revisão de vida e de tomadas de decisões para o nosso crescimento enquanto formandos. Dom Marco Aurélio nos deu boas dicas de como fazermos um bom projeto de vida, e disse que em nossa vida, sempre antes de alguma ação, o homem primeiro traça um projeto, faz parte da natureza humana agir de acordo com um projeto pensado. O PPV deve possuir objetivos e metas que possam ser alcançadas, não algo extraordinário, que seja impossível de se realizar, mas algo de concreto, que tenha a ver com a nossa realidade atual e que possa ser realizável durante nosso processo de formação.

O PPV está diretamente ligado às cinco dimensões da formação presbiteral, que são: a dimensão humano-afetiva, comunitária, espiritual, intelectual e a dimensão pastoral missionária. Todas essas dimensões devem ser trabalhadas em conjunto para a formação do presbítero, trabalhando essas dimensões em nosso projeto de vida podemos delinear mais facilmente um caminho a seguir para nos tornarmos discípulos fiéis a Deus no seguimento a Jesus Cristo, buscando sempre a santidade e a missão, como “verdadeiros pastores do povo de Deus, a exemplo de Jesus Cristo, Mestre, Sacerdote e Pastor”.

Ainda na parte da tarde tivemos a presença do Diácono Adriano Mendes, que nos trouxe uma formação riquíssima sobre a Semana Santa. O diácono trabalhou conosco o passo a passo dos dias durante a Semana Santa, começando no domingo de ramos até a Páscoa da ressurreição, dando algumas orientações práticas de como vivermos e trabalharmos esses dias nas comunidades. A semana santa é uma data importantíssima no calendário litúrgico da Igreja. Deve ser vivida e preparada com todo carinho, zelo e respeito devidos a esse momento. Toda a Semana Santa se concretiza na Páscoa, “obra admirável da força e do poder da divindade, é realmente a festa e o memorial legítimo e sempiterno; é a passagem da paixão para a impassibilidade, da morte para a imortalidade, da juventude para a maturidade; é a cura após a ferida, ressurreição após a queda, ascensão após a descida. ” (Santo Hipólito de Roma). Após o momento com o diácono Adriano, encerramos nossa tarde com a santa Missa presidida pelo padre Francisco Guerra e presença do diácono. Tivemos dias excelentes de aprendizado, partilhas e espiritualidade, que nos ajudaram a refletir sobre nossa vida e vocação e a formar em nós um coração conforme o coração de Cristo.

Robson Aparecido Afonso

2º ano de Filosofia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 7 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.