“Tornar-se alimento: um itinerário Bíblico-Eucarístico de conversão”. Encontro de coordenadores de catequese Regional Leste 2.

“No amor e na fé encontraremos as forças necessárias para a nossa missão”(Irmã Dulce)
14/08/2019
Vocação religiosa, um desafio de amor
19/08/2019

A Equipe Diocesana de Animação Catequética (EDAC) representada pelo assessor diocesano, Pe. Ronaldo Torrê, alguns de seus membros – Conceição, Francis, Gilma, Jaqueline, Márcio, Mônica e Rosângela – participaram do encontro regional de coordenadores diocesanos de catequese, promovido pela Comissão para Animação Bíblico-Catequética do Regional Leste 2 (MG e ES).

Participaram do encontro 95 pessoas vindas de 27 (Arqui)Dioceses do Regional. O período de formação foi da noite de quinta-feira, 15 de agosto, até as 12h dia 18. Este encontro teve como objetivo atualizar os catequistas sobre as novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) e sobre o tema “Tornar-se alimento: um itinerário Bíblico-Eucarístico de conversão”.

No dia 15 de agosto, quinta-feira, às 19h30, iniciamos o encontro com a abertura, encaminhamentos e celebração. Depois, foi apresentado a todos os participantes o presidente eleito para assessorar a Comissão Bíblico-Catequética no Regional Leste 2, Dom Marco Aurélio Gubiotti, bispo da diocese de Itabira/Coronel Fabriciano.

No dia 16 de agosto, sexta-feira, às 7h nosso dia começou com a celebração eucarística presidida por Dom Marco. Na primeira parte da manhã, Lucimara apresentou a síntese dos relatórios da catequese coletado através de um formulário eletrônico enviado às dioceses do regional.

Na segunda parte da manhã, o secretário executivo de Campanhas da CNBB, Pe. Patriky Samuel Batista, fez apresentação das DGAE ligando-as com a catequese. Por fim, através de um breve esboço, apresentou as ideias para a CF 2020 que terá o tema “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”, inspirado no bom samaritano.

Dom Marco Aurélio afirmou que momento atual é cheio de desafios. “Vejo que algumas pessoas colocam em dúvida o trabalho desenvolvido a partir da campanha da fraternidade e nós temos que estar preparados para esse tipo de questionamento, demonstrando a relevância de suas ações catequéticas”.

A coordenadora da Comissão Regional de Catequese, Lucimara Trevizan, afirmou sobre a importância da CF para as práticas catequéticas e que devemos nos empenharmos em divulga-la amplamente. Lucimara disse: “às vezes encontramos coordenadores e catequistas sem conhecimento sobre a campanha da fraternidade, mostrando-nos a importância de compartilhar o material”.

Às 14h, Pe. Luiz Henrique Eloy e Silva apresentou o tema: O querigma na Catequese. Através de um estudo etimológico, bíblico, teológico e pastoral levou a todos a uma reflexão da evolução do querigma nas sagradas escrituras e como devemos nos colocar diante de tal reflexão nos dias de hoje.

Na parte da noite, às 19h30, Cicera Botelho, jovem que atua na pastoral da juventude e pastoral universitária da PUC Minas apresentou o Sínodo da Juventude e a catequese. Ela mostrou como os bispos refletiram sobre as juventudes e quais encaminhamentos foram tomados a partir da EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT DO SANTO PADRE FRANCISCO AOS JOVENS E A TODO O POVO DE DEUS. Destacou o nº 299. “Queridos jovens, ficarei feliz vendo-vos correr mais rápido do que os lentos e medrosos. Correi «atraídos por aquele Rosto tão amado, que adoramos na sagrada Eucaristia e reconhecemos na carne do irmão que sofre. O Espírito Santo vos impulsione nesta corrida para a frente. A Igreja precisa do vosso ímpeto, das vossas intuições, da vossa fé. Nós temos necessidade disto! E quando chegardes aonde nós ainda não chegamos, tende a paciência de esperar por nós»”. Afirmou que nesse sínodo houve um grande avanço, com a participação dos jovens de diversos países e a utilização de formulários eletrônicos, transmissão e participação de todos que quiseram através das redes sociais, com perguntas e sugestões.

No dia 17 de agosto, sábado, às 8h00, Pe. Francys Silvestrini Adão SJ apresentou o tema principal do encontro: Tornar-se alimento: um itinerário Bíblico-Eucarístico de conversão. À noite, apreciamos uma contação de histórias. Depois, Solange do Carmo, professora da PUC Minas, apresentou seus livros de catequese de histórias infantis e nos presenteou com um ensaio e dança de forró realizado por com sua equipe. Junto a essa atividade partilhamos nossas vidas com uma bela confraternização regada a caldos e doces.

No dia 18 de agosto, domingo, foi realizado a avaliação geral do encontro e encaminhamentos. Saímos motivados a levar a todos os coordenadores paroquiais e de comunidades as informações e formações recebidas, com o objetivo de motivar mais uma vez nossas comunidades a atualização catequética.

A comissão do regional leste 2 juntamente com algumas equipes se dedicarão a elaboração de subsídios para orientação e formação de coordenadores e catequistas. Neste dia dedicado à Virgem Maria pensamos sua intercessão para o nosso caminhar catequético.

Márcio Rodrigo Mota - Seminarista 4º ano de teologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + três =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.