Padre Francisco: uma vida marcada pela doação a Deus e ao povo de Deus.
16/07/2020

            No último dia 25 de julho, na paróquia Nossa Senhora da Penha em Itabira, festa de São Tiago maior, nossa Igreja diocesana foi agraciada com a ordenação diaconal de dois de nossos irmãos seminaristas, Gustavo da Silva Alves e Márcio Rodrigo Mota. Mesmo com um número reduzido de fieis – devido à atual pandemia – pudemos nos alegrar enormemente por tão grande mistério celebrado em comunhão com nosso bispo diocesano, Dom Marco Aurélio, alguns presbíteros de nosso clero, diáconos, familiares e amigos dos ordenados.

            Retirado da primeira carta de São Pedro, o lema da ordenação faz jus ao ministério recebido: “Nosso dom a serviço” (1Pe 4, 10). Os diáconos

Fortalecidos com a graça sacramental servem ao povo de Deus em união com o bispo e o seu presbitério no ministério da liturgia, da palavra e da caridade. (...) Consagrados aos ofícios da caridade e da administração, lembrem-se os diáconos da recomendação de S. Policarpo: “misericordiosos, diligentes, caminhando na verdade do Senhor, que se fez servo de todos” (LUMEN GENTIUM, nº 29).

            O ministério diaconal sempre foi presente no cristianismo, mas ganhou novo florescimento a partir do Concílio Vaticano II, quando se retomou a prática do diaconado permanente; isso permitiu que seu caráter sacramental – do primeiro grau da Ordem – fosse melhor evidenciado e valorizado. O caso de nossos irmãos Gustavo e Márcio é distinto, eles foram ordenados como diáconos transitórios, em preparação para o presbiterado, todavia a dimensão diaconal de suas vocações continuará perpetuamente em suas vidas, mesmo depois do sacerdócio, pois trata-se de algo intrínseco à configuração com Cristo, cabeça da Igreja e servidor da humanidade.

            Rogamos a Deus que abençoe abundantemente esses nossos irmãos, para que tenham as forças necessárias de viver com fidelidade esse serviço em favor da Igreja.

Seminarista Fernando Moreira - 3° ano de Teologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.