EXPERIÊNCIA DA SEMANA SANTA: um encontro com o ressuscitado que nos transforma em alegres evangelizadores

Via-Sacra em Itabira
10/04/2017
Experiência Pastoral na Semana Santa
19/04/2017

Do dia 7 ao dia 16 de abril de 2017, nós, seminaristas do Seminário Diocesano São José-Diocese de Itabira e Coronel Fabriciano, composto pelas comunidades do propedêutico, filosofia e teologia, fizemos a experiência da Semana Santa em diversas localidades de nossa diocese. Nesta santa semana, tivemos a oportunidade de desenvolver visitas a muitas famílias e estabelecimentos públicos, levando uma palavra de fé e de conforto aos que nos recebiam.  Além dessas visitas, estivemos envolvidos com as celebrações próprias da Semana Santa, tais como a celebração e procissão de Domingo de Ramos; Procissão de Nosso Senhor dos Passos segunda-feira; Procissão de Nossa Senhora das Dores na terça-feira; Procissão e sermão do Encontro na quarta-feira.

Na quinta-feira santa, pela manhã, na catedral Diocesana de Itabira, nos encontramos para a celebração da missa do crisma, destacada pelo nosso bispo diocesano, Dom Marco Aurélio, como a nossa missa da unidade, por ser o momento do ano em que encontra-se reunidos os representantes leigos de todas as paróquias; os diáconos permanentes, os padres que compõem o presbitério da diocese, os religiosos e religiosas; e nós, seminaristas das diversas etapas formativas. Após este momento celebrativo, em torno de nosso bispo diocesano, retornamos para as nossas respectivas paróquias para celebrarmos o grande tríduo pascal: paixão-morte e ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo.

Os propedeutas tiveram a oportunidade de realizar a experiência da Semana Santa na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na cidade de Santa Maria de Itabira. Uma vez que esta paróquia conta com mais de vinte comunidades, os trabalhos realizados foram de imensa ajuda para que o povo de Deus pudesse contar com as celebrações bem perto de casa. Além dos propedeutas, o seminarista Lucas Araújo, do segundo ano de filosofa, e o seminarista Márcio Motta, do segundo ano de teologia, também deram a sua colaboração nesta região que há muito tempo mostra-se receptiva aos nossos trabalhos pastorais.

Os seminaristas do primeiro ano de filosofia fizeram a sua experiência na Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Ipoema, distrito de Itabira. Momento oportuno de integração desta etapa formativa entre si e meio de se inserir na dinâmica pastoral/missionária. Um dos motivos para que essa experiência inicial fosse realizada nesta paróquia, além da necessidade pastoral, foi para uma maior proximidade com o nosso reitor, Padre Francisco Guerra, que acumula o ofício de administrador paroquial em Ipoema.

Os demais seminaristas vivenciaram a Semana Santa nas paróquias em que realizam a sua experiência pastoral-missionária no ano de 2017, a saber: Luciano deu sua colaboração na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, no distrito de Senhora do Carmo-Itabira; Paulo Leal e Francis auxiliaram nas Paróquias São José/Passabém e São Sebastião/São Sebastião do Rio Preto; Fernando e William ficaram na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, na cidade de João Monlevade; Júlio César auxiliou em uma comunidade rural da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na cidade de Alvinópolis; Marcos Mota e Lucas Magno ficaram colaborando nas comunidade rurais da Paróquia Nossa Senhora da Penha, na cidade de Itabira; Adriano e Gustavo atuaram nas comunidades da Paróquia São Domingos Gusmão, na cidade de São Domingos do Prata; Ludugerio e Rafael cooperaram com as comunidades da paróquia São Geraldo Magela, na cidade de Ipatinga.

A experiência da Semana Santa, para nós seminaristas, junto as diversas realidades de nossa diocese, foi um momento rico para renovarmos a fé no ressuscitado como uma realidade que nos impulsiona para caminharmos como testemunhas de que a morte não é maior do que a vida. A ressurreição, nos dizeres do Santo padre, o Papa Francisco, na homilia de domingo de Páscoa de 2017, “não é uma fantasia, a ressurreição de Cristo não é uma festa de muitas flores, isso é bonito, mas é mais. É o mistério da pedra rejeitada, que acaba por ser o fundamento da nossa existência. Cristo ressuscitou!” Ao celebrarmos na Semana Santa o Mistério Pascal de Cristo, morre em nós o desânimo e o medo e ressuscita a nossa esperança e alegria de verdadeiros evangelizadores junto as nossas comunidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.