Início das atividades acadêmicas 2018
01/02/2018
Grupos de Vida 2018
06/02/2018

Aconteceu hoje, dia 6 de fevereiro de 2018, no auditório João Paulo II, da pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, a santa missa de abertura do ano letivo de 2018 do Instituto de filosofia e teologia Dom João Resende Costa, celebrada por Dom Walmor, Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte. A celebração teve caráter de acolhida a todos os estudantes, professores e funcionários do Instituto, marcando assim o início das atividades acadêmicas. Na celebração eucarística estavam presentes bispos, padres – reitores e professores – seminaristas, consagrados e consagradas, religiosos e religiosas, leigos, irmãos protestantes e funcionários do Instituto.

Em sua homilia Dom Walmor frisou a importância do Instituto de filosofia e teologia ser local de apoio e incentivo à formação presbiteral, reforçando a importância de se ter um local de referência para o estudo teológico e filosófico e das ciências da religião. Agradeceu a Deus por todos os esforços e conquistas que alcançaram até aqui.

Terminou sua reflexão com o número 105 da Fides et Ratio: Não posso concluir esta carta encíclica sem dirigir um último apelo, em primeiro lugar aos teólogos, para que prestem particular atenção às implicações filosóficas da palavra de Deus e realizem uma reflexão onde sobressaia a densidade especulativa e prática da ciência teológica. Desejo agradecer-lhes o seu serviço eclesial. A estrita conexão entre a sabedoria teológica e o saber filosófico é uma das riquezas mais originais da tradição cristã no aprofundamento da verdade revelada. Por isso, exorto-os a recuperarem e a porem em evidência o melhor possível a dimensão metafísica da verdade, para desse modo entrarem num diálogo crítico e exigente quer com o pensamento filosófico contemporâneo, quer com toda a tradição filosófica, esteja esta em sintonia ou contradição com a palavra de Deus. Tenham sempre presente a indicação dum grande mestre do pensamento e da espiritualidade, S. Boaventura, que, ao introduzir o leitor na sua obra Itinerarium mentis in Deum, convidava-o a ter consciência de que « a leitura não é suficiente sem a compunção, o conhecimento sem a devoção, a investigação sem o arrebatamento do enlevo, a prudência sem a capacidade de abandonar-se à alegria, a actividade separada da religiosidade, o saber separado da caridade, a inteligência sem a humildade, o estudo sem o suporte da graça divina, a reflexão sem a sabedoria inspirada por Deus».

Padre Evandro no término da santa missa acolheu calorosamente todos os presentes e apresentou cada casa de formação e todos os presentes: leigos, religiosos e religiosos, consagrados e consagradas e irmãos protestantes. Foi uma manhã agradável de celebração e de alegria em poder perceber a graça de Deus que se manifesta através da unidade na diversidade de tantas pessoas e diversos lugares que se encontram para um único fim, que é buscar o conhecimento sobre aquele que nos move, Deus.

 

[SLGF id=2442]

 

Márcio Rodrigo Mota

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.