Retiro espiritual
19/02/2021
Cântico da ovelha pródiga
17/03/2021

A Via Sacra consiste em percorrer espiritualmente o caminho de Jesus ao Monte Calvário enquanto carregava a Cruz, assim como a oportunidade de interiorizar em seu sofrimento.

Em relação ao seu significado, “Via Crucis”, ou Via Sacra, significa em latim “O caminho da Cruz”. Este caminho é formado por 15 estações que representam determinadas cenas da Paixão, morte e ressurreição e cada uma corresponde a um acontecimento especial ou a maneira especial de devoção relacionada a tais representações.

A Cruz redentora é o estandarte da paz. Disse-nos Jesus: Quando eu for elevado da terra, atrairei todos a mim (Jo 12,32). No termo: TODOS não há restrições, não há barreiras, não há muros, há apenas solidariedade, fraternidade e amor. Esse é o homem novo que nos diz São Paulo, o homem que não separa mais judeus e gregos, escravos e livres, homens e mulheres, pois compreende que, em Cristo Jesus, somos um só (GI3,28).

Todos nós cristãos somos convidados a unir o nosso sofrimento ao sofrimento da Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Penso que, de modo especial nesse tempo de pandemia que estamos vivendo, a humanidade está vivendo uma verdadeira via sacra.

Ao escrever esse pequeno artigo me vem a mente as mais de 260 mil vítimas no Brasil da COVID 19, a verdadeira via sacra que o povo está vivendo, buscando nos hospitais superlotados o atendimento, aqueles que buscam vagas nas UTIs, os que morreram sem o atendimento e por exemplo em Manaus que morreram por falta de oxigênio, todos nós que esperamos pela vacinação de todos.

Não podemos viver alheios a dor do outro. A compaixão é o que nos move e nos faz sentir a dor do próximo

Jesus ao subir para o monte calvário carregando sua cruz, teve a ajuda de Cirineu. Nesse calvário diário que estamos vivendo, há os “cirineus” atuais, médicos, enfermeiros, pesquisadores, cientistas, todos que estão na linha de frente no combate a esse terrível mal que nos rouba a paz.

Vivenciando esse tempo forte da quaresma, pedimos ao Senhor que afaste de nós a tentação de sermos como Pilatos e simplesmente “lavar as mãos”. Assim como Jesus suou sangue no Getsemani, o mundo está banhado de lagrimas de milhares de famílias que perderam seus entes queridos. A cada pessoa morta, é um sonho, uma família destruída.

Conforme nos diz uma música que é cantada durante a via-sacra:                         

Seu nome é Jesus Cristo e está sedento
Por um mundo de amor e de justiça
Mas logo que contesta pela paz
A ordem o obriga a ser de guerra


Seu nome é Jesus Cristo e está doente
E vive atrás das grades da cadeia
E nós tão raramente vamos vê-lo
Sabemos que ele é um marginal

Entre nós está e não o conhecemos!
Entre nós está e nós o desprezamos!

Em cada irmão que sofre é o próprio Jesus que está sofrendo. Subamos com Jesus ao monte calvário, subamos e levemos as cruzes da humanidade, com a certeza de que depois da cruz vem a ressurreição.

Rezemos por todos que vivem a via sacra no cotidiano de sua vida. Que a misericórdia de Deus alcance todos nós.

Seminarista Kayron Biavate, 2° ano de Filosofia


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/seminari/public_html/wp-content/themes/betheme/includes/content-single.php on line 286
Pedro de Paula Ferreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.