Unidos em Cristo
04/08/2021
Pão do céu, hóspede da alma
17/09/2021

A vocação é uma bela companheira. Descortina-se lentamente diante de pessoas que foram tocadas, desde o início da vida, por Deus. Mas seria erro dizer que todo mundo é chamado por Deus a desempenhar alguma função, algum papel? Certamente a resposta é “não”, afinal, nós acordamos todos os dias, e damos um respeitoso “sim” para a oportunidade de viver mais uma jornada. A vida é de fato um convite, um chamado (vocação). Um maravilhoso convite entregue diretamente por Deus a seus queridos filhos e filhas.

Dessa vocação geral à vida brotam rios de caminhos e de possibilidades que tocam a cada um, e que contemplam os anseios das pessoas em particular. Nesse sentido, aconteceu no dia 14/08 uma interessante troca de experiências entre pessoas de vocações distintas na cidade de João Monlevade (MG). Foi a celebração da Jornada Vocacional. Nela reuniram-se pessoas de todas as regiões pastorais da Diocese de Itabira – Coronel Fabriciano, entre freiras, padres, casais em união matrimonial e grupos de jovens. O mais interessante nesse encontro esteve na partilha feita por pessoas pertencentes aos grupos já mencionados sobre os rumos em que correm suas vidas a partir do “sim” que deram ao matrimônio ou a vida consagrada. Conversas assim são muito úteis para quem está discernindo suas próprias escolhas.

Assim, pessoas que estão começando suas vidas podem encontrar iluminação nas palavras de quem já trilha sua estrada há mais tempo, tendo a frente de seus passos o próprio Deus, a lâmpada para os pés e luz no caminho (Cf. Sl. 119, 105). Essa festa da fraternidade encerrou-se com a santa missa, com todos reunidos em torno da mesa da palavra e da eucaristia.

Já no dia 15/08 houve mais uma oportunidade de celebração. Celebração por se dar graças a Deus pelos 25 anos de ordenação presbiteral de padre Wilner Pierre, da congregação do Imaculado Coração de Maria, na cidade de Santa Maria de Itabira, MG. Foi uma belíssima missa, introduzida por um singelo comentário do aniversariante: “ finalmente chegou o lindo dia das minhas bodas sacerdotais”. Mas esse clima festivo também foi capaz de gerar reflexão e condolências. No dia anterior, o país natal de padre Wilner, Haiti, foi acometido em sua porção sul por uma catástrofe natural.

Obviamente, não há nada de romântico numa situação em que muitas pessoas morreram. Surge tristeza diante da beleza de vida que se foi. Mas a morte não extingue a vida que retorna para Deus. Aqui Deus surge como o grande amigo e consolador de quem fica na terra. E ele faz voltar nossos olhos para a beleza. É como diz o salmo da criação, cantado pelo próprio padre Wilner em sua língua natal: Diante de todas as belezas encontradas no mundo, só podemos dizer que Deus é belo, é altíssimo, é o Deus do amor. Ele convida seus filhos a darem seu “sim” para uma nova forma de vida: uma vida que se constrói com amor e empenho, sendo o próprio Deus o alicerce.

Seminarista Jhonatan, 2° ano de Teologia.


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/seminari/public_html/wp-content/themes/betheme/includes/content-single.php on line 286
Pedro de Paula Ferreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.